Maricruz diz a Joaninha que os melhores quadros foram os de Afonso


Resumo dessa segunda: 14/09.

Clementina diz a Afonso que Celia saiu com Mercedes depois da visita de Otávio. Ela ainda diz que, pelo ciúme de Otávio e desconfiança de Celia, Afonso deveria deixar de fazer a pintura de Maricruz. Ele não concorda. Por telefone, Afonso diz a Elsa que o caso deles não pode ser levado adiante porque ela é uma menina. Na galeria de arte, Afonso se assusta por tanta concorrência. Celia, Clementina e Francisco observam o quadro “A Dama”. Doris entra e, ao ver o quadro de Maricruz, o critica.

Otávio diz que Maricruz é muito bonita e Doris não deve ser hipócrita negando a beleza da rival. Anibal escuta envaidecido as críticas positivas a sua pintura, “A Liberação”. Otávio enfrenta dois homens que falam do quadro de Maricruz, denegrindo a dizendo que a “modelo” da pintura é o novo caso de Afonso. Otávio exige que Afonso retire da exposição o quadro “A Dama”. Ele se recusa. Otávio, furioso, reclama com Maricruz, a ofende e sai. Clementina comenta com Francisco sobre os elogios que a imprensa fez sobre a exposição de Afonso, principalmente ao quadro “Liberação” e ao de Maricruz.

Maricruz diz a Joaninha que os melhores quadros e donos das melhores críticas foram os de Afonso, principalmente o intitulado “A Dama”.  Em seu estúdio, Afonso serve vinho a Anibal, o apressa a toma-lo e oferece dinheiro pelo quadro “Liberação”, Anibal se nega a vendê-lo e o diz que inscreverá o trabalho numa grande exposição, na qual pode ganhar fama e muito dinheiro. Lucrecia, Leonor e Herminia elogiam o sucesso da exposição de Afonso e parabenizam Mercedes por seu casamento com Afonso.

Afonso se despede de Anibal e pensa em não devolver a ele seu quadro. Um apreciador de pinturas alemão oferece uma grande quantia em dinheiro a Afonso pelo quadro “Liberação”. Afonso se nega a vende-lo, então o comprador aumenta a oferta e o diz que o quadro é um trabalho de genialidade. Clementina e Maricruz ouvem que o quadro “A Dama” foi roubado. No quarto do hotel, Otávio, furioso, destroi o quadro “A Dama”.

Maricruz chega ao estúdio de Afonso e escuta Anibal que lhe pede que devolva sua obra. Afonso oferece mais dinheiro pela obra. Afonso diz a Maricruz que ofereceu uma alta quantia em dinheiro a Anibal, porque já vendeu muitas obras. Maricruz o chama de ladrão e Afonso diz que se ela não se aliar a ele, processará Otávio pelo roubo do quadro “A Dama”.

Anúncios

Publicado em 13/09/2015, em Geral. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe eu comentário. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: